segunda-feira, 31 de outubro de 2011

Halloween encantado...


Hoje é Halloween e para comemorar este dia de uma forma mágica, vou contar uma lenda...

TÉO, O MENSAGEIRO DE AVALON

Téo era um menino de 12 anos, filho de um ferreiro.
Seu pai vivia lhe contando a história do Rei Arthur, que crescera sem saber que era um rei , e de como ele conseguira tirar uma espada mágica, cravada pelo  Mago Merlin no meio de uma enorme pedra  e só assim é que ele acabara descobrindo o seu verdadeiro destino.


 Era mágico  ouvir seu pai contando aquela história e ela nunca perdia o seu encanto. Mas ele não conseguia contar a história para os seus amigos, porque era gago e todos riam muito dele. Ele, envergonhado, preferia ficar triste e solitário.
Certa noite de um dia de verão,  Téo estava a imaginar como seria  viver entre magos e fadas, ser sábio e poderoso e filho de um rei. Como estava calor, resolveu dar uma caminhada. 






E  no meio do caminho, encontrou uma porta e resolveu olhar pelo buraco da fechadura...



Quando percebeu, estava no meio do mato. Foi caminhando e de repente passou por um lindo portal.
E viu surgir diante de si um floresta linda, mágica...ele estava bobo com tanta beleza...


Atravessou, então, uma linda ponte mas não sabia onde iria chegar...

Olhem só o que ele encontrou pelo seu caminho...fadas, milhares de fadas...que lindas...!

A floresta estava cheia delas!

Ele viu também vários tipos de casinhas espalhadas pela floresta. Eram casas diferentes...encantadas! Sabem quem morava lá?



Isso mesmo, duendes e gnomos! ai, que mágico...Téo achava que estava sonhando...será?











E olha só os vizinhos das fadas, duendes e gnomos!  que coisa mais linda e fofa!...


E esse sr. sapo? que folgado!!!....isso é hora de tomar banho de sol?

E esses passarinhos...? que beleza de natureza!...que lindo! estão ouvindo eles cantarem?...
E em história de bruxo, fadas e gnomos, voce achou que não ia ter coruja?...olha ela aí...!

E estava Téo todo distraído, deslumbrado com toda a beleza do lugar quando, de repente, ele ouviu um barulho. Ao longe percebeu um vulto vindo em sua direção. Era um senhor de cabelos brancos e ralos, barba fina e comprida. Ele vinha andando lentamente e parecia muito cansado. Téo então, correu até ele e lhe ofereceu ajuda.  O senhor então lhe disse: "Obrigado, pequeno amigo. Poucos se ofereceriam para ajudar um velho como eu". Téo sorriu e o senhor então continuou: "Vejo também que é muito inteligente. Mas há dor em seu coração".

Temendo que o senhor risse de sua gagueira, Téo nada respondeu. Ofereceu-lhe a água que acabara de retirar da fonte. O senhor lhe disse, então:
"Espere, eu é que quero que voce beba da água que trouxe naquele caldeirão". Mas Téo sabia que este estava vazio. E duvidou do homem: "Será que ele é maluco?"
Mas quando Téo tocou o caldeirão, viu que ele estava cheio da água mais  limpa que já vira em sua vida. Mergulhou então o rosto nela e bebeu. Sua sede era enorme. Ele bebia, bebia e  a água parecia não terminar. De repente, ele sentiu a água enchendo seu corpo com tanta força,  sentiu a mente com tanta  clareza e compreensão...

"- Merlim!" - disse o menino espantado, a voz soando tão pura e natural quanto  a água que ele terminara de provar. - " Merlim, é voce!"
O manto azul parecia não ter fim. As mãos eram fortes e repletas de anéis; no lugar da bengala, um cajado engastado de pedras preciosas. O rosto era jovem  e o sorriso divertido.


Merlin levantou as mãos e por trás de Téo apareceu um pequena ilha pairando por sobre as nuvens e no meio dela, um castelo cujos portais lentamente se abriam.
"- Venha, Téo. Quero que conheça o meu mundo e depois volte para a sua terra e conte ao seu mundo as histórias da nossa tradição. Não deixe que se esqueçam de nós. De seu encontro com o Rei Arthur."




Téo nunca se esqueceu de sua viagem a Avalon. Da beleza da Rainha Genoveva e do fascínio que sentiu diante de Morgana, a fada de sorriso irresistível  e olhos negros.








Já era quase meio-dia quando Téo apareceu em casa gritando: -"Voce estava certo! É tudo verdade! Tudo o que voce me contava, pai, era verdade!"




Seu pai sorriu e o levou até um canto da oficina onde havia uma mesa. Empurrou-a e no chão havia uma portinhola. Abriu-a e dali retirou uma ferradura de prata.
"- Meu filho, quando voce se encontrar com o Rei Arthur novamente, quero que lhe devolva isto. Eu já a consertei". Depois abraçou o filho carinhosamente e deu ao menino um pequeno baú, cheio de moedas de ouro dentro. E disse-lhe:

"- Agora parta. O mundo precisa de suas histórias".


E foi assim que o menino, o pequeno ferreiro, se tornou um dos mais importantes mensageiros de Avalon. Saiu espalhando pelo mundo as histórias sobre o Rei Arthur,  Mago Merlin, Avalon , suas fadas, gnomos e duendes lindos, e estas mesmas  histórias continuamos a repetir hoje,  tantos séculos depois.


(História baseada na lenda inglesa de Cadbury Hill, Séc. XVII)


Esta história eu tirei deste site mágico: Contando História, e publiquei com a minha adaptação.
Imagens: Google

42 comentários:

Josiana Leite disse...

Que lindo amei ler parabéns pelo post lindo muito bem feito.
ótima semana

Mãe Terra, Estamos Aqui... disse...

MARAVILHOSO AMIGA, EU AMO SONHOS ENCANTADOS, GRAÇAS A DEUS PARA ISSO EU AINDA NÃO CRESCI, RSRSRS...
DETESTARIA NÃO ACREDITAR MAIS EM CONTOS DE FADAS...
MAS COMO NÃO ACREDITAR, EU SEI QUE NÃO SOMOS OS ÚNICOS SERES PENSANTES POR AQUI, E É POR ISSO QUE O HOMEM NÃO QUER ACREDITAR EM NADA QUE TIRE ELE DO TOPO RACIONALISTA...
AMEI AMEI AMEI, MARAVILINDA POSTAGEM MANA...
BEIJOS DE MAGIA...

Mariacininha disse...

Quem não gosta de ouvir uma linda história?
Você deu um sabor ainda mais especial a está história encantada com as ilustrações cuidadosamente escolhida. Parabéns Lizete ficou demais.

Beijos

Meire disse...

To aqui toda encatada com a história doce Liz! Viajei nas imagens, fiquei com vontade de entrar nelas ;)
E quem disse que não existe todo esse encanto né? Ao menos dentro de nós tem muiiito!

Beijokitas pra vc recheadas de muito carinho :)

Roberta Maia disse...

Que lindoooooooooo...adorei querida!!
Poster mágico!!
Amei a estória, amei as imagens, amei tudo,rs!!!
Eu acredito em fadas, duendes...acredito,acredito..

Dia Encantado!!
Vamos transformar o sonho em realidade!!
Paz e Luz!!

Poupée Amélie™ disse...

Liz, nunca acreditei em fadas, gnomos, bruxos e afins (!); mas encanto-me com o encanto alheio! Bisou.

Celina Dutra disse...

Liz,

Mágico é o seu trabalho! Delicadeza e amor encantadores. Sua magia me contagiou. Saio daqui muito mais feliz do que quando entrei!
Girassóis nos seus dias. Beijos

Vy disse...

Liz, lindo conto, lindas fotos, e os bichinhos então? Se não se incomodar vou bater na porta daquele tronco de árvore coberto de musgo... O que será que tem lá dentro? Me deu uma vontade de tomar uma xícara de chá bem docinho! Quer tomar comigo? Também posso fazer os muffins!
Beijo grande e encantado!! Vy

✿ chica disse...

O que dizer?

Uma adaptação maravilhosamente bem feita e cuidada, enfeitada com imagens pertinentes e mágicas. Ficou LINDO!!! beijos,tudo de bom,ótimo feriadinho!chica

Eloah disse...

Lindíssimo! Adoro lendas e esta foi muito bem adaptada por você.Imagens ilustrativas belíssimas.Parabéns!Saio daqui encantada tal qual o menino ferreiro em Avalon.
Bom feriado.Que seja abençoado.Bjs Eloah

Sheila - Blog "Passarinhos no Telhado" disse...

Que lindo Post! Passando para te deixar um grande beijo! E um abraço bem apertado e cheio de encanto!
o/

Toninhobira disse...

Ah, minha amiga fui lendo e me envolvendo com as imagens e quando dei por mim, estava sentado num banquinho de madeira no cozinha de fogão de a lenha, lá em Minas, esperando o mingau de fubá com queijo fresco e canela.Sim eu fiz uma regressão linda,com esta sua arte de contar historias,kkk
O certo é que ficou lindo demais amiga, a gente viaja junto e sente as emoções.
Linda arte Liz.
Bom feriado.
Meu abraço terno de paz e luz.
Bju.

Luna Sanchez disse...

Oh, que delícia de leituta!

Tenho que agradecer ao Téo por tornar a minha vida mais bonita.

;)

Beijos, querida. Adorei!

ONG ALERTA disse...

Encantadora história, beijo Lisette.

Noel disse...

Estar aqui é sempre mágico. Amamos demais!
HO!HO!HO!

Lilá(s) disse...

Quem achou que estava sonhando vendo estas imagens e lendo o conto fui eu!!! que delícia de história!
Saio também encantada...
Bjs

pensandoemfamilia disse...

Lindo post, alías como sempre, seu cuidado e detalhes nas imagens e palavras. Você é uma ótima contadora de história, fiquei aqui como se estivesse ouvindo sua voz animada com tudo que via através do personagem neste mundo encantado.
bjs

Kika Diniz disse...

Ah...que pena que minha pequena está dormindo, vou ter que esperar pra contar essa linda história e sei que ela vai amar, ainda mais com tantas imagens belas!!! O problema é que terei que ler umas cinco x seguidas... rsrs ela não cansa nunca!
Ai Liz, vc ama ballet e sua filha foi jogar futebol e eu que nunca liguei pra dança e agora sou mãe de bailarina?! Me diz amiga, porque elas são do contra??? hahahaha
Muitas bjks com carinho!

palavrassmagicas disse...

Adorei seu blog estou levando esta historia para compartilhar com meus seguidores no cheiro de hortelã um beijo e to ti seguindo Erica a uma mensagem para você Ser um lago
O velho mestre pediu a um jovem triste que colocasse uma mão cheia de sal em um copo de água e bebesse.


- Qual é o gosto? - perguntou o Mestre.
- Ruim - disse o aprendiz.


O mestre sorriu e pediu ao jovem que pegasse outra mão cheia de sal e levasse a um lago. Os dois caminharam em silêncio e o jovem jogou o sal no lago.


Então o velho disse:
- Beba um pouco dessa água.


Enquanto a água escorria do queixo do jovem o mestre perguntou:
- Qual é o gosto?
- Bom! disse o rapaz.
- Você sente o gosto do sal? perguntou o Mestre.
- Não - disse o jovem.


O mestre então sentou ao lado do jovem, pegou em suas mãos e disse:
- A dor na vida de uma pessoa não muda. Mas o sabor da dor depende de onde a colocamos. Quando você sentir dor, a única coisa que você deve fazer é aumentar o sentido de tudo o que está a sua volta. É dar mais valor ao que você tem do que ao que você perdeu. Em outras palavras: É deixar de ser copo, para tornar-se um lago.

Ivana disse...

Amei, amei, que viagem linda você me proporcionou, sou assim...uma criança mesmo! Bjo grande, um ótimo feriado!

Roberta Maia disse...

Olá Liz!!!
Amei as dicas das músicas!Valeu!!
Adoro Enya!!

Beijinhos Querida!!
Paz e Luz!!

Luma Rosa disse...

Uau!! Ficou ótima a adaptação! Me senti entrando pelo buraco da fechadura!! (rs*)
Eu acredito em fadas!!
Beijus,

Amara disse...

Olá Liz, amei lindo seu post, belíssimas fotos!
História encantadora.
Bom final de feriado.
Carinhosamente
Bjs
Amara

ruma disse...

Hello, Como as Cerejas da Minha Janela....

The graceful sense wraps your artworks.
It's excellent and lovely...

The season of colored leaves, heartwarming atmosphere.

The traditional celebration, kimono infants.

The prayer for all peace.

Greetings.
From Japan, ruma ❀

João Felipe disse...

eu e minha mae estivemos por aqui! Adorei! O sapinho, a casinha a arvore! tudo muito lindo e o texto nós adoramos! Seu bog é lindo! Beijos.

Rebequinha Clemente disse...

Oiee Liz tudo bem eu amei essa historinha,eu li ela todinha,eu amei os Bichinhos,gnomos,sapinhos e as fadas,eu gostei muito,eu amei essa Historinha,Liz da uma passadinha no meu blog,Ediçao comemorativa do meu NIVER,bjs sua amiga
Rebequinha

Madalena Barranco disse...

Liz, querida... Que encanto de história!

O jeitinho carinhoso como você montou a postagem, com as imagens belíssimas e o significado do "mensageiro de Avalon", fez meu coração sorrir:)

Que possamos ser os mensageiros...

Beijos, muito obrigada por me permitir um momento mágico de leitura em seu blog. Adorei as pétalas de rosas que chovem...

Beijos mil,
Madá

Fêmix27 disse...

Minha linda Fada Amiga(é o que você é)sou suspeita em falar do seu cantinho,pois elê é cheio de magia e amor.Postagem fofa,imagens encantadoras,NOTA 1000.
Agradeço suas visitas,suas palavras nos comentários,smiga o mundo virtual tem me ajudado e muito.Amigas como você fica guardada dentro de uma caixinha que esta vivendo por remédios, e por muito amor a quem me cerca(CORAÇÃO). Te sou grata viu?muito,muito e sempre, mas olhe não tem geito temos que superar as percas, eu já estou começando a me acostumar(mas é muito doído). Em 2008 meu marido se foi, no mesmo ano em julho eu enfartei,fui e voltei, renasci. Bem, mas obrigada fique com Deus e que os anjos cantem lindas canções para ti e todos os seus, como seus amigos e seguidores.
Bjos.

Fê-blue bird disse...

Minha amiga viajei até à minha infância, por uns minutos fui menina de novo e adorei :)
Uma adaptação muito bem feita,com imagens lindas (adoro estas particularidades), e o melhor da história é que passei a gostar deste dia de Halloween encantado...
beijinhos cheios de magia

Ivana disse...

Passei para agradecer seu carinho de sempre e desejar uma ótima noite, fica com DEUS. Bjs

Sandra Mitsue disse...

Liz...
"Como as cerejas da minha janela" já era lindo...depois dessas pétalas caindo e esse fundo musical ficou mágico..."ENCANTADOR" .Lindo post...Eu acredito em fadas, duendes...entrei pelo buraco da fechadura e ganhei esse presente ...Lindas imagens!
Beijos!
San....

blog da Paraguassu disse...

Olá Liz,
Em primeiro lugar, quero agradecer muitíssimo a você, pelas folhas caindo em meu blog. Acessei o endereço que me deste e deu certo. Ficou lindíssimo. Muito obrigada, minha querida. Adorei!
Passa lá depois, para ver, tá?
Quanto à história de tua postagem, eu simplesmente achei linda. Amei. E a decoração da postagem ficou linda. Você é fantástica, Liz!
Uma semana cheia de luz e paz para você.
Um grande beijo em seu coração.
Maria Paraguassu.

Maria Alice Cerqueira disse...

Querida amiga
Hoje vim deixar um abraço amigo e o meu carinho junto com meu agradecimento,
Muito obrigada de todo o coração.
Em breve voltarei.
Tenha um lindo dia!
Maria Alice

Lua Negra disse...

Uma história de mágica, beleza e fantasias.
Fantasias que fazem parte do caminhar, para se concretizar os sonhos.
Um final de semana mágico.
Beijos de luz.
Lua.

Menina no Sotão disse...

Sexta-feira, final de tarde, ventos amenos, frios. A tarde caíndo lentamente por entre os prédios e eu aqui na varanda, pondo a leitura em dia...
Minha cara, lembrei do filme do Peter Pan (um deles) em que ele dizia "eu acredito, eu acredito. Eu acredito em fadas".
Bem, sempre achei que se a gente acredita, logo, existe.
Enfim, o mundo sem lendas e mitos não seria a mesma coisa, mas eu não acredito no Halloween (risos).
bacio

POR CARLOS EDUARDO DEVIENNE FERRAZ disse...

Você tem o dom de transmitir coisas lindas, mágicas, em seus posts...

O modo como você contou a lenda de avalon, aguça a nossa imaginação, a combinação de texto e imagem ficou espetacular, que viagem!!!

bjs

Edu

BlueShell disse...

Me senti vajando por esse mundo encantado e, como criança, me detive a onbervar e a "aborver" as imagens ...fantásticas, maravilhosas que me transportaram para o mundo da magia.
Não tenho palavras para te agradecer o suficiente.
BJ

Luma Rosa disse...

Liz!! Consegui chegar!!
Me mande um email indicando o link, sobre o assunto que comentou no Luz! Quero ir lá dar uma conferida antes de dar a minha opinião.
Aproveitando a oportunidade, quero lhe fazer um convite para participar do BookCrossing Blogueiro que acontece no dia 08 de Novembro, terça-feira. Nesta postagem faço a chamada e gostaria de contar com a sua presença e/ou divulgação.
No blogue explico porque a chamada ficou para a última hora. Bom fim de semana! Beijus,

Como as Cerejas da Minha Janela... disse...

Maria Neusa Guadalupe disse:

" Minha querida: adorei sua postagem sobre o Hallowen mas não consegui postar lá...meu note está com problemas,eu acho..lindo texto,lindas fotos....beijos amigos e tietes da

Maria Neusa "

Nuvembranca disse...

Você caprichou no texto e nas imagens, ficou encantada a sua página, parabéns é pouco. Aplausos.

Borboletas na Barriga disse...

Olá... vim dar uma espiadinha em seu blog e me encantei com as imagens que até perdia anoção da hora.... lindo parabéns.
beijokas Cris

Como as Cerejas da Minha Janela... disse...
Este comentário foi removido pelo autor.